Amor


Desde a sua criação, o ser humano busca compreender o que é o amor. E uma das descrições mais conhecidas desse sentimento nos foi trazida por Paulo na carta aos coríntios (*). Apesar de muitos ainda discutirem se o termo correto no texto bíblico seria amor ou caridade, alguns já compreenderam que o amor é o sentimento que se pratica por meio da caridade. Quando nos doamos ao próximo, oferecendo a ele o que temos de melhor em nossos corações, estamos doando e recebendo o amor.

Entretanto, precisamos compreender que o amor se revela de acordo com a nossa capacidade de amar. Desta forma, mesmo que ainda não consigamos praticar o amor em sua forma mais sublime, como aquela descrita por Paulo, a cada vez que colocamos em prática o amor que já temos, permitimos que esse sentimento seja lapidado e, assim, chegamos mais perto da perfeição.

___________

* “A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante. Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1º Coríntios 13: 4-7).